Última hora
recent

Faleceu a escritora Fina d’Armada

Foto de Fina d'Armada com livro "O Segredo da Rainha Velha".
Morreu esta sexta-feira um dos expoentes da Cultura do concelho de Caminha. A escritora, historiadora e feminista, Fina d’Armada faleceu hoje em Rio Tinto, onde morava, após uma longa batalha contra um cancro.

Josefina Teresa Fernandes Moreira nasceu na Quinta d’Armada, em Riba de Âncora, no concelho de Caminha, em 1945. Licenciada em História pela Universidade do Porto, em 1970, foi equiparada a bolseira pelo Instituto Nacional de Investigação Científica para escrever sobre história das mulheres. Começou a escrever aos 16 anos, no jornal “Aurora do Lima”.

Com um “dom” para investigar, produziu obras com dados originais na área da História das Mulheres, Fenomenologia, História Local e dos Descobrimentos. Um desses livros foi o “Republicanas quase desconhecidas”, uma das últimas obras da qual falou à Rádio Caminha.
 
Capa do livro - Republicanas quase Desconhecidas
O livro “Mulheres Navegantes no tempo de Vasco da Gama” recebeu o prémio “Mulher Investigação Carolina Michaëlis de Vasconcelos, 2005.

Fina d´Armada foi autora de 10 obras individuais e de 30 em co-autoria. A última foi a monografia da sua terra natal, Riba de Âncora, que deixou concluída à espera de publicação, o que, chegou a confessar, gostaria de ter visto realizado. Em Riba de Âncora, como confessa o presidente da Junta, Paulo Alvarenga, a consternação é grande...

Fonte: Jornal C.

Blogs Portugal

Com tecnologia do Blogger.