Última hora
recent

Novo presidente da CGD vai ganhar 423 mil euros por ano

António Domingues, presidente da Caixa Geral de Depósitos
Salário anual de António Domingues será de 423 mil euros, o que segundo ministro das Finanças vai de encontro à media do setor da banca para o cargo de presidente do conselho de administração.

A nova equipa de gestão da Caixa Geral de Depósitos iniciou funções a 31 de agosto, mas só agora se conhecem os salários dos administradores. A revelação foi feita pelo ministro das Finanças, no Parlamento. Mário Centeno indicou que o presidente, António Domingues, vai ganhar mais de 30 mil euros por mês para liderar o banco público.

"O Presidente do Conselho de Administração vai ter o equivalente ao vice presidente da mediana dos salários 423 mil euros anuais", indicou o ministro. Contas feitas, 30.214 euros por mês (em 14 meses, contando com subsídio de férias e de Natal).

Já os vogais executivos vão ter um salário "que também corresponde à mediana do salário do setor: 337 mil euros" por ano, cerca de 28 mil euros por mês.

Os não executivos vão receber 49 mil euros por ano, "o que aliás é um bocadinho mais baixo" do que a média, segundo Centeno. Ou seja, pouco mais do que 4 mil euros por mês.

Para além de António Domingues, fazem parte do conselho de administração da Caixa o vice-presidente não executivo, Emídio Rui Vilar, seis administradores executivos (Emídio Pinheiro, Henrique Menezes, João Paulo Martins, Paulo da Silva, Pedro Leitão e Tiago Marques) e três não executivos (Angel Corcóstegui Guraya, Herbert Walter e Pedro Norton de Matos).

Centeno referiu que a métrica utilizada para definir os salários não influencia o mercado “nem no sentido de o inflacionar" nem no de os ordenados em causa "estarem fora do mercado”.

“A aplicação da regra anterior na determinação da remuneração destes mesmos membros" traduzir-se-ia num "custo total" de remunerações "superior”, disse o ministro para justificar a estratégia agora seguida e que já tinha sido anunciada na altura em que apresentou o plano de reestruturação e recapitalização da CGD.

Ora, o ministro está a ser ouvido na Comissão de Orçamento e Finanças precisamente a esse propósito e respondia ao deputado do PSD Duarte Pacheco sobre os vencimentos da nova equipa à frente da Caixa. Fonte: TVI24.

Blogs Portugal

Com tecnologia do Blogger.