Última hora
recent

Morreu Fidel Castro, ex-presidente de Cuba

Fotografia de Fidel Castro
Morreu o ex-presidente de Cuba, Fidel castro. A notícia foi confiramda por Raul Castro, irmão de Fidel e atual presidente em um discurso na Television News Nacional. Na delcração, o presidente disse:

Querido povo de Cuba:

Com profunda dor que eu apareça para informar o nosso povo e os amigos da América e do mundo, dia 25 de novembro, às 10:29 durante a noite morreu o comandante-em-chefe da Revolução Cubana, Fidel Castro Ruz. Em conformidade com a vontade expressa do camarada Fidel, seus restos mortais serão cremados. Nas primeiras horas da manhã de sábado 26, a comissão organizadora do funeral, o nosso povo fornecer informações detalhadas sobre a organização da homenagem póstuma que tributado o fundador da Revolução Cubana. Até à vitória, sempre!

Fidel Castro tinha 90 anos. Uma de susas últimas aparições foi inclusive nas comemorações de seu aniversário em agosto em uma festa que reuniu cerca de 100 mil pessoas.

Lenda da esquerda latino-americana, Fidel Castro, morreu no fim da noite de sexta-feira, informou seu irmão e atual presidente Raúl Castro.

Fidel foi o líder histórico da revolução cubana, que, mais de cinco décadas depois de seu triunfo, sobrevive como um dos últimos regimes comunistas do mundo.

Único nome ainda vivo dos grandes protagonistas da Guerra Fria, Fidel encarnou o símbolo do desafio a Washington: o guerrilheiro de barba e uniforme verde oliva, que fez uma revolução socialista, marxista-leninista, a apenas 150 km do litoral dos Estados Unidos.

Fidel governou por 48 anos a ilha, mas continuou sendo o líder máximo e guia ideológico da revolução mesmo quando, doente, delegou o poder a seu irmão Raúl, cinco anos mais velho, em 31 de julho de 2006.

No dia 1 de janeiro de 1959, Fidel Castro, à frente do em exército de "barbudos", derrotou o ditador Fulgêncio Batista, após 25 meses de luta nas montanhas de Sierra Maestra. Este dia foi o começo de um pesadelo para Washington e uma era de polarização na América Latina.

Em seu comando, Cuba participou do momento mais quente da Guerra Fria, converteu-se em santuário da esquerda, inspiração e sustentação de grupos armados que enfrentaram regimes de direita e sangrentas ditaduras, na época financiadas pelos Estados Unidos em seu afã de frear o avanço do comunismo. Fonte:EM.

Blogs Portugal

Com tecnologia do Blogger.