Última hora
recent

Presidente da Islândia obrigado a desculpar-se por causa de ananás na pizza

Pizza Imagem
O Chefe de Estado da Islândia disse a alunos que, se pudesse, bania o ananás das pizzas. Depois disso, teve de fazer um comunicado oficial sobre o tema, tal foi a polémica nas redes sociais

O Presidente da Islândia, Guoni Th.Jóhannesson, foi responder a perguntas de alunos de um liceu islandês, na semana passada, sem imaginar que algumas revelações o iriam colocar no rastilho incendiário das redes sociais. Guoni falou do Manchester United de José Mourinho, a sua equipa de futebol preferida, falou de si próprio e, a dada altura, fez a declaração bombástica: disse que, se pudesse, bania o ananás das pizzas, como relatou o jornal The Guardian.

Quase de imediato as redes sociais pegaram nas declarações e os comentários foram-se multiplicando. Foi até criada no Twitter a hastag #pineappleonpizza (ananás na pizza).

Com o alastrar da discussão, Jóhannesson viu-se obrigado a publicar um comunicado no Facebook sobre "a controvérsia da pizza", esclarecendo que até gosta de ananás, mas não nas pizzas. Apesar da opinião que possa ter, o presidente diz que não tem poderes para impedir as pessoas de colocarem este ingrediente nas pizzas: "Eu não tenho poder para fazer leis que proíbam as pessoas de colocar ananás nas suas pizzas", escreveu o Presidente islandês. "Estou feliz por não ter tal poder. Os Presidentes não devem ter poder ilimitado. Eu não gostaria de manter esta posição se pudesse aprovar leis a proibir o que não gosto. Não quereria viver nesse país. Para pizzas, recomendo marisco".

Fonte: DN.

Blogs Portugal

Com tecnologia do Blogger.