Última hora
recent

Papa Francisco - "Obrigada pela companhia e pelo trabalho que ides fazer"

Fotografia do Papa Francisco

O Papa Francisco afirmou hoje que a viagem a Fátima é "algo especial, de oração" e de "encontro com o Senhor e com a santa mãe de Deus".

"Esta viagem é algo especial, uma viagem de oração de encontro com o Senhor e com a santa mãe de Deus", disse Francisco aos 69 jornalistas que seguiram no voo papal em direção a Monte Real onde o papa aterrou às 16h10 e de onde partirá para Fátima de helicóptero.

A curta mensagem à imprensa foi feita menos de uma hora após a partida do aeroporto de Fiumicino pelas 14h10 locais (13h10 em Lisboa).

"Obrigada pela companhia e o trabalho que ides fazer", afirmou, dirigindo-se aos jornalistas.

A terminar, reiterou o agradecimento: "Obrigada pela companhia e vamos em frente".

De seguida como é habitual nos voos papais, o líder da Igreja Católica cumprimentou, um a um, todos os jornalistas que seguiam a bordo, e acedeu aos pedidos para benzer e autografar fotografias ou terços e também para tirar fotografias '"selfie". Nalguns casos, recebeu lembranças, mas também 'pedidos' especiais, como uma carta da mãe de um jornalista sul-americano.

O papa percorreu o avião rodeado de seguranças e funcionários da Santa Sé.
A maior parte dos jornalistas presentes no voo são vaticanistas, com acreditação permanente junto da Santa Sé.

Acompanharam também a viagem sete jornalistas portugueses, da Rádio Renascença e da agência Ecclesia (acreditados no Vaticano), além da RTP, Jornal de Notícias, Diário de Notícias e Lusa.

Depois dos cumprimentos de Francisco, os jornalistas aproveitaram para se levantarem e conviver na zona do avião em que viajavam -- a passagem para a frente do aparelho, onde seguia o papa e a sua comitiva, estava proibida.
A viagem, a bordo de um avião da Alitalia, durou cerca de três horas.

O papa vai estar esta sexta-feira e sábado em Fátima para celebrar o centenário das "aparições" de 13 de maio de 1917 e para canonizar os beatos Francisco e Jacinta Marto.

O avião de Francisco, que partiu de Roma às 13h12, aterrou na Base Aérea de Monte Real às 16h10, onde era esperado pelo Presidente da República, primeiro-ministro e presidente da Assembleia da República, além do Núncio Apostólico, do presidente da Conferência Episcopal Portuguesa e do bispo de Leiria-Fátima.

Jorge Mario Bergoglio é o quarto papa a visitar Fátima. Os anteriores papas que estiveram no maior templo mariano do país foram Paulo VI (1967), João Paulo II (1982, 1991, 2000) e Bento XVI (2010).
Fonte: Expresso.

Blogs Portugal

Com tecnologia do Blogger.