Última hora
recent

Aviso vermelho: vai estar mesmo muito calor. Lisboa supera os 40 graus celsius

Aviso vermelho: vai estar mesmo muito calor. Lisboa supera os 40 graus celsius

O país já estava em aviso laranja, o segundo mais elevado, mas neste sábado Lisboa, Santarém e Bragança passaram para aviso vermelho, “risco extremo”, devido à previsão de tempo quente. O resto do país continua em alerta laranja.

Segundo o Instituto do Mar e Atmosfera (IPMA), os distritos de Lisboa, Santarém, Setúbal e Bragança vão estar sob o nível de aviso mais elevado a partir das 10h deste sábado e até ao início da noite de domingo, devido às temperaturas elevadas que se vão fazer sentir.

As temperaturas máximas previstas para estes quatro distritos são de 43 graus em Setúbal, 39 em Bragança, 41 em Lisboa e 44 em Santarém.

O resto do país - excepto as ilhas, que não têm qualquer situação meteorológica de risco - está sob aviso laranja durante o mesmo período de tempo. Nesses distritos, as temperaturas máximas vão andar entre os 26 e 28 graus em Viana do Castelo e Porto, e os 42 e 43 graus, em Beja e Évora. Coimbra e Castelo Branco também vão superar os 40 graus de temperatura máxima.

O IPMA prevê a continuação de tempo quente, com céu pouco nublado ou limpo, e temperaturas mínimas superiores a 20 graus Celsius.

As altas temperaturas que estão a afectar a Península Ibérica são culpa de uma massa de ar muito quente transportada na circulação conjunta de um anticiclone localizado a noroeste da Galiza e de um vale depressionário que se estende desde o norte de África até à Península Ibérica. De resto, também Espanha enfrenta temperaturas muito elevadas, com cidades como Sevilha e Córdoba a ultrapassarem os 40 graus ontem e hoje.

Beber água e evitar o sol
Entretanto, a Protecção Civil emitiu mesmo um comunicado com alguns conselhos para a população: aumentar a ingestão de água ou sumos de fruta natural, sem adição de açúcar, mesmo sem sinais de sede; evitar bebidas alcoólicas e bebidas com elevados teores de açúcar e fazer refeições leves e mais frequentes. Refeições pesadas e muito condimentadas são de evitar.

Deve ainda evitar a exposição directa ao sol, em especial entre as 11 e as 17 horas, até porque o nível de radiação ultravioleta é de 10 em todo o território continental - à excepção do distrito de Portalegre, sob nível 9. Sempre que haja exposição ao sol, ou se ande ao ar livre, usar um protector solar com um índice de protecção elevado (igual ou superior a 30). Renovar a sua aplicação sempre que estiver exposto ao sol (de 2 em 2 horas) e sempre que estiver molhado ou tiver transpirado bastante.

Usar roupa leve e fresca e evitar esforços físicos também ajuda a combater o calor.
Fonte: Público.

Blogs Portugal

Com tecnologia do Blogger.