Última hora
recent

Grupo Espírito Santo pode custar 991 milhões ao BES

Ricardo Salgado

O Banco Espírito Santo "mau" pode perder 991 milhões de euros relativos a créditos concedidos a empresas do Grupo Espírito Santo, com actividade em Portugal e no Estrangeiro. Segundo o Correio da Manhã, o inventário dos bens do referido banco foi entregue a semana passada no Tribunal do Comércio de Lisboa e, em cinco páginas, são referidos 171 contratos de crédito com valores muito diferentes, dos quais seis tê um montante igual ou superior a 100 milhões de euros.

De acordo com o diário, o valor da massa insolvente ascende a quase 1,3 mil milhões de euros e apenas 73 milhões estão dados como activos garantidos, tendo sido recuperados pela comissão liquidatária do BES. Ou seja, mais de 90% do activo total é tido como praticamente perdido, apesar de a comissão liquidatária do BES "mau" ter reclamado os valores em causa nos processos de insolvência das sociedades em causa.

Entre as sociedades do GES que receberam créditos do antigo BES estão, segundo o CM, a Rioforte, o Banco Privée Espírito Santos (BPES), BES Panamá e Espírito Santo Internacional. A massa insolvente inclui ainda mais de 73 milhões de euros em saldos bancários, acções, obrigações de sociedades, mobiliário, imóveis, créditos relativos a impostos e outros créditos sobre clientes.
Fonte:Sabado.

Blogs Portugal

Com tecnologia do Blogger.